Rovitex Malhas Rovitex Trick Nick Endless Incofios
VOLTAR PARA A PÁGINA INICIAL
Informações Técnicas
Principais Fibras Têxteis
ALGODÃO (CO): fibra de origem natural vegetal (celulósica). Sua qualidade depende da finura, pureza, brilho, cor e particularmente da longitude da fibra (oscila entre 10mm e 50mm). As propriedades mais importantes são a hidrofilidade e a resistência a rasgões, à fricção e ao calor. É facilmente lavável, fresco, flexível e não acumula estática. No Brasil, é a principal fibra têxtil, tendo suas fontes de produção localizada nas regiões Nordeste, Sul e Centro-oeste do País.

VISCOSE (CV): fibra artificial obtida através da celulose quimicamente modificada. A fibra de viscose é semelhante ao algodão em absorção de umidade e resistência à tração; apresenta toque suave e macio e um caimento superior ao do algodão.

POLIÉSTER (PES): fibra sintética, obtida de processos químicos, derivada do petróleo. O poliéster é caracterizado por ter uma ótima resistência, baixo encolhimento, secagem rápida, resistente ao amarrotamento e abrasão e possui baixa absorção de umidade. Geralmente é utilizado misturado com outras fibras, como por exemplo algodão e viscose.

ELASTANO (Poliuretano - PUE): fibra sintética que exerce um papel complementar em relação às demais fibras têxteis (naturais ou químicas). Sua função específica é conferir elasticidade aos tecidos convencionais (de malha ou planos) o que permite confeccionar peças de vestuário que aderem ao corpo, acompanhando-lhe as formas sem perder os movimentos. As fibras elastoméricas possuem grande elasticidade (podem atingir até 5 vezes seu tamanho normal sem se romperem). Sua utilização se faz sempre em combinação com outras fibras convencionais em proporções que variam entre 5 e 20%.